Season Finale: Boss e Hell On Wheels

E ai galera,

Hoje vou falar sobre dois finais de temporada, Boss e Hell On Wheels.

Esses posts possuem spoiler.

Começando a falar sobre Boss, que fala sobre um prefeito de Chicago que descobre que possui uma doença, mas não quer contar para ninguém, pois não quer que a notícia vaze, pois não ser taxado de inválido.

Claro que rola vários outros dramas internos, como o envolvimento de sua filha com drogas, a relação com sua esposa que não é muito boa e os preparativos da véspera de eleição.

Também tinha falado antes e volto a repetir, acho que a série apela muito para nudez, até o episódio seis tem pelo menos uma cena de sexo, no episódio sete, não tem cena de sexo, mas tem fotos mostrando cena de sexo rs, mas o que marcou o penúltimo episódio foi a reviravolta de Tom, a prisão de sua filha, que foi bem inesperada, a traição de Kitty  e a melhor cena que foi Kane entrando em casa para falar com sua esposa sobre a traição dela.

Vou falar agora sobre a Season Finale, os primeiros trinta minutos não teve grande impacto, muito normal, seguindo o fluxo das eleições e Tom com as jogadas para ganhar. Começou a ficar interessante na cena em Emma fica sentada na frente de Tom e depois de um pequeno diálogo ele vê que está delirando. Logo não se sabe se realmente ele viu o namorado da Emma ou não (que provavelmente creio que não, pois acredito que ele tenha sido preso).

A traição do braço direito dele, Stoney (que no final, eu pensei que ia se matar, mas foi de morto, mesmo na cena aposto que todo mundo pensou: LOL, se matou, sabia) já era mais que previsível, muito na cara isso. Ai, ai, esses anos de 24 Horas me fizeram realmente suspeitar de tudo e todos rs, apesar que achei mais que certo, o discurso dele foi totalmente racional, o Tom já não agia em prol da cidade e sim pra provar que era o Boss de Chicago.

Pra terminar de melhor forma a série, teve pelo menos uma insinuação de um início de sexo rs, a vitória do candidato de Tom e aquele final dele caído que não vai dar em nada até por que todo mundo sabe que a série foi renovada e isso foi o maior spoiler, sabemos que ele não morre rs.

Só acho o seguinte, hoje em dia tudo que é filme está na moda focar em fraudes eleitorais, o sistema comandando tudo, e todos dependentes do mesmo. Ok, a série seguiu uma história legal, teve histórias diferentes paralelas, mas essa já deve ser a quinta ou sexta série ou filme que vejo do ano de 2011 que trata desse mesmo assunto, por mais que seja a realidade, acho que ta ficando um assunto batido. A série foi renovada, espero que ela tenha uma mudança em relação a isso nessa segunda temporada (apesar que creio que vão focar mais na doença do Tom), pois o povo, por mais que saiba que rola fraude, gosta de ver, acreditar que existe um David Palmer comandando o povo.

Falando sobre Hell On Wheels, uma série da AMC ambientada no Velho Oeste Americano, nas primeiras construções de ferrovias, que gira em torno do ex-soldado Cullen Bahannon, que foi trabalhar como escavador (na verdade um faz tudo) na construção das ferrovias, mas ficou designado como capataz, pois é um ex-soldado e não é negro (na época rolava esse preconceito forte com negros e índios).

Acontece um combate (uma invasão indígena) em que o principal arquiteto morre e o mapa, em posse de sua esposa, vira o principal interesse do empresário Doc, pois nele esta a planta para uma rota mais lucrativa.

A trama gira em torno da construção, das brigas por causa do racismo e de uma possível guerra ou trégua com os índios.

Antes de falar sobre a Season Finale tenho que falar o acontecimento que desencadeou a mesma. Primeiramente invadiram o território indígena para construir a ferrovia. Logo depois tentou haver um tratado de paz entre os índios e os brancos, mas claro, os índios não aceitaram. Houve um ataque dos índios em um dos trens e alguns homens foram mandados atrás dos índios.

Quando tava nos 35 minutos do episódio 09 eu pensei: Poxa, poderia esse ser o último episódio, iria acabar bem, mas porra, os últimos 5 minutos foram monstruosos, com o Bahannon tendo que fugir da cidade (torço muito pra ele pegar a Lilly e esfregar na cara do Doc) e o padre matando lindamente Griggs.

Para começar, acho que Hell On Wheels deveria, assim como American Horror Story, terminar na Season 1, pois tem certo tipo de história que pode ficar desgastante. Pode ser que não seja o caso de Hell On Wheels, mas tem certo tipo de coisas que é melhor terminar no topo.

Primeira cena chorante dessa Season Finale foi o padre com um discurso como se fosse satanista. Não vim julgar religião nesse post e nem falar o que é certo e errado, apenas que achei surpreendente, pois ele era um homem de fé, que converteu um índio e acabou que tomou um caminho totalmente diferente em que tanto perseverou.

Teve a cena do Sueco sofrendo bullying rs e a perseguição do Bohannon em que matou uma pessoa que não era a que o mesmo buscava vingança.

Acabou com o Bohannon indo embora, com um cartaz de procurado e não pegando a Lilly.

Novamente falando, acharia melhor a série não ter Season 2, até por que não teve nenhum cliffanger para a continuação, mas fazer o que né? É torcer pra Season 2 ser tão boa quandoto a Season 1 foi.

Ver Hell On Wheels me dá vontade de jogar Red Dead Redemption.

Entre as duas series, minha preferida é Hell On Wheels, mas no conjunto, Boss foi melhor.

Anúncios

2 comentários sobre “Season Finale: Boss e Hell On Wheels

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s