Catching Fire (Em Chamas)

E ai galera,

Hoje vou falar sobre um livro que eu terminei de ler, que é o Catching Fire (Em Chamas), o segundo livro da trilogia The Hunger Games (Jogos Vorazes), escrito por Suzanne Collins.

O livro foi lançado em 2010 no Brasil, mas a trilogia ficou famosa em 2011, quando foi anunciado o filme. Enfim, não vou falar sobre o primeiro livro e nem sobre o filme (sobre o filme, tem uma matéria nossa nos links relacionados).

 

Vamos ao livro, ele é dividido em 3 partes. A Fagulha, o Massacre e o Inimigo.

A primeira parte começa assim que termina a 74º edição dos Jogos Vorazes. Katniss e Peeta, que foram os vencedores, estão morando na Aldeia dos Vitoriosos. Katniss recebe a visita do Presidente Snow, ele informa que sabe que ela fez de propósito, o lance das amoras, e que sua atitude inspirou muitos Distritos a começar uma rebelião e que se ela não tiver cuidado e não seguir o que a Capital quer, ela pode ser punida e seus entes e amigos também.

Depois de tudo, Katniss e Peeta vão fazer uma visita aos Distritos, o que é normal para o vencedor dos jogos, mas isso incita outros Distritos a começarem uma rebelião contra a Capital. Devido a isso, o Presidente Snow resolve reforçar a linha de Pacificadores, o que faz com que peguem Gale, depois de estar caçando e o torturam em praça pública, pois o ato de caçar é proibido.

Depois de todos os acontecimentos, Katniss pensando em fugir, mas sabendo que Gale quer começar uma rebelião, vai pra floresta caçar e acaba encontrando dois pacificadores na floresta e assim termina o Ato 1 do livro.

Essa primeira parte teve acontecimentos interessantes, pois para quem somente leu o livro e não viu o filme, não sabe que rolam rebeliões (o filme mostrou isso), pois o livro fica muito focado nos pensamentos da Katniss, então deu pra ter uma noção do mundo de Hunger Games, sobre os Distritos, e não ficar muito preso somente ao Distrito 12. Deu pra ver no que incita as pessoas, em como a Capital age. Também conseguimos ver mais seriedade na história e uma evolução na escrita (mesmo a Suzanne sendo fraca escrevendo).

O segundo ato começa com Kat falando com os rebeldes, que estavam vestidos de Pacificadores, são do Distrito 8, fugitivos, e estão indo para o Distrito 13.

Começa uma teoria de que o então extinto Distrito 13 ainda existe e os habitantes conseguem se proteger do domínio da Capital.

O presidente Snow anuncia o terceiro Massacre Quaternário, que é uma edição especial dos jogos, que acontece a cada 25 anos, e nessa edição ela coloca na arena, 24 vitoriosos, um de cada Distrito, e quem volta para arena? Peeta e Katniss (que surpresa rs).

Katniss pra escrotizar começa a fazer coisas como ato de rebeldia e no fim, na sua cerimônia de apresentação, ela queima seu vestido de noiva, o deixando com aparência do Tordo (o pássaro símbolo da rebelião). Antes de o jogo começar, Peeta informa que Katniss está grávida.

O segundo ato termina com Kat entrando na arena, mas antes de descer, vendo Cinna sendo espancado e levado.

Essa parte foi um pouco cansativa de ler, demorei um tempinho, porém o final me fez engolir a terceira parte do livro.

 

O terceiro ato começa com Kat entrando na arena. No decorrer dos jogos ela faz aliados, mesmo ela não querendo no início, mas que foi essencial para sua sobrevivência, como previa Haymitch.

Essa parte é bem mais rápida e melhor para ler, e termina com Katniss, Peeta, Finnick, Johanna, Beetee e Enobaria saindo vivos dos jogos, depois de quebrar a parede de energia, porém Johanna, Peeta e Esnobaria foram pegos pela capital e o resto foi salvo pelo Distrito 13.

No fim descobrimos que Plutarch era membro de um grupo secreto que queria acabar com a capital e o livro termina com Gale conversando com Katniss, encerrando com a seguinte frase: “Katniss, O Distrito 12 não existem mais.”

Eu gostei do livro, achei melhor que o primeiro, pois como disse antes, você consegue ter uma melhor visão do mundo, de como gira a história.

Eu não curto a escrita da Suzanne Collins. Pra quem curte essas paradas com romances teens, é um prato cheio, agora pra quem já não aguenta mais, pois já leu tudo que é livro assim, vai odiar. O que em fez curtir o livro bastante foi isso de rebelião e os jogos, somente isso e as estratégias nos jogos, porque esse romancezinho alá Twilight é um saco.

O livro te manipula a seguir um pensamento, mas eu macaco velho, não caio nesses continhos de livros teens. O livro soa bem melhor, quando ela tenta descobrir as coisas sem fica pensando, nos forçando a desconfiar também, ex.: Foi bem melhor a cena dela atrás da porta ouvindo Haymitch, Finnick e Plutarch Heavensbee, do que a cena da Johanna batendo nela e ela tendo certeza que a Johanna quis matar ela.

A respeito do filme, ele deve ir ao ar no final de 2013.

 

Destaques:

Engraçado é a Kat em chamas com o Peeta na floresta. Essa cena quando tiver o filme deve ser engraçada, com o Finnick chegando na hora e os dois sem graça.

Links relacionados:

Matéria sobre o filme

Anúncios

Um comentário sobre “Catching Fire (Em Chamas)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s